Primeiros lotes da duplicação da BR-470 só ficarão prontos em 2023, admite DNIT

Enviar no WhatsApp
Primeiros lotes da duplicação da BR-470 só ficarão prontos em 2023, admite DNIT

Foto: DNIT/Divulgação

 

Os primeiros dois lotes da duplicação da BR-470, prometidos para junho deste ano, só serão concluídos em 2023, uma década após a assinatura da primeira ordem de serviço. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) admitiu a nova previsão em documento enviado à Câmara de Vereadores de Blumenau no fim de julho. Quanto aos lotes 3 e 4, o órgão dá a entender que ficarão para 2024, na melhor das hipóteses.

O ofício não explica os motivos do atraso, que ocorre mesmo com o investimento de R$ 130 milhões do Estado na rodovia. Antes mesmo do governo estadual anunciar o aporte na obra, o ex-ministro Tarcísio Gomes de Freitas havia prometido a conclusão dos lotes 1 e 2, entre Navegantes e Gaspar, no primeiro semestre de 2022.

O documento do DNIT não prevê data de conclusão para os lotes 3 e 4. O órgão informa que a “conclusão das obras está diretamente atrelada aos valores disponibilizados no Orçamento Geral da União, que nos últimos exercícios ofereceu valores muito aquém daqueles necessários para a condução do empreendimento num ritmo adequado. Nesse contexto, deve-se considerar também os elevados valores necessários às centenas de desapropriações necessárias para a execução da duplicação da rodovia, cujos recursos saem da mesma rubrica orçamentária”.

No texto, o superintendente do DNIT em Santa Catarina, Alysson Rodrigo de Andrade, estima que a duplicação da BR-470 necessitará de R$ 250 milhões em 2023. O valor é insuficiente para concluir todos os lotes. Ou seja, parte da duplicação ficará para 2024, no mínimo.

A manifestação do DNIT, em resposta a um requerimento do vereador Adriano Pereira (PT), também confirmou a contratação de uma nova empreiteira para o Lote 3, em Blumenau. 

Procurada, a assessoria do DNIT em Santa Catarina informou que não comentaria o conteúdo do ofício enviado aos vereadores de Blumenau.

 

Por Evandro de Assis/NSC Total

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo