Polícia

Pintor é preso acusado de utilizar tinta furtada para uso particular

Pintor é preso acusado de utilizar tinta furtada para uso particular Polícia Militar SC

 

Por volta das 11h30 da manhã desta quarta-feira (19), a Polícia Militar prendeu um homem acusado de furto de tinta pertencente a um condomínio que passa por reformas no Bairro Taboão, em Rio do Sul.

No local está sendo realizada a pintura externa dos prédios, por uma equipe de pintores contratada pelo condomínio, com matéria prima adquirida pelo próprio condomínio. Em paralelo, outro pintor, sem relação com o local, pintava a parte interna de algumas sacadas, sendo este serviço pago individualmente por cada morador, com tinta fornecida pelo pintor.

Após ouvir rumores de que latas de tinta pertencentes ao condomínio estariam sendo desviadas para fins particulares, um morador flagrou o pintor, que pintava a parte interna das sacadas, utilizando a tinta pertencente ao condomínio. O morador chamou o síndico, que o acompanhou para examinar o depósito de onde o pintor das sacadas retirava sua matéria prima, sendo confirmado que se tratava de latas de tinta pertencentes ao condomínio, etiquetadas com número da Nota Fiscal e identificação do local.

A Polícia Militar compareceu ao condomínio e, ao questionar o pintor, este alegou que já havia pintado várias sacadas e que a tinta sempre era entregue pelo síndico e que este ainda recebia o valor de R$ 30,00 por serviço.

Diante dos fatos, o pintor, acusado de utilizar matéria prima furtada do condomínio em suas empreitadas, foi conduzido à delegacia. O síndico também se apresentou na delegacia e a apuração dos fatos ficará a cargo da Polícia Civil.

 

Outras Notícias