SC tem menor taxa de desemprego do país no 1º trimestre de 2022, aponta IBGE

Enviar no WhatsApp
SC tem menor taxa de desemprego do país no 1º trimestre de 2022, aponta IBGE

População no Centro de Florianópolis — Foto: Tiago Ghizoni/NSC

 

Santa Catarina tem a menor taxa de desemprego do país: 4,5%. O dado foi divulgado nesta sexta-feira (13) na Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios (PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo é referente aos três primeiros meses 2022.

O resultado de 4,5% é considerado estável porque inclui a perda de 9 mil postos de trabalho em três meses. No país, a taxa de desocupação ficou em 11,1%. Os maiores percentuais foram os da Bahia, com 17,6%, e Pernambuco, com 17%.

O estado catarinense também tem o maior nível de ocupação do Brasil: 63,9%. Esse percentual não é o oposto da taxa de desocupação, mas, sim o índice de pessoas em idade de trabalhar, com mais de 14 anos, com carteira assinada.

As categorias "outros serviços" e "comércio reparação de veículos automotores e motocicletas" foram as que tiveram crescimento de população ocupada nos primeiros meses do ano em relação ao último trimestre de 2021. A pesquisa mostrou também que o rendimento médio real mensal habitual foi de R$ 2.944 em Santa Catarina.

O estado também registrou a menor taxa de informalidade do país, 27,7%, e o menor dado de subutilização da força de trabalho, com 8,3%. Essa taxa inclui a de desocupação, a de subocupação por insuficiência de horas e a da força de trabalho potencial. São pessoas que não estão em busca de emprego, mas que estariam disponíveis para trabalhar quando a pesquisa aconteceu.

 

Por Joana Caldas e Rachel Schneider, g1 SC e NSC TV

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo